Já chegamos ao ano 21 do século 21, mas o sistema educacional não pode dizer o mesmo. O aluno do século 21 e suas necessidades de aprendizagem estão na fala de todos, mas as formas simples de realmente atender a essas necessidades demoram a aparecer.

Os educadores precisam preparar os alunos para terem sucesso em suas vidas – no século 21. Esses alunos precisam desenvolver habilidades como ser grandes comunicadores, aplicar o pensamento crítico, saber como colaborar com diversas pessoas e ser criativo. No entanto, o sistema educacional ainda usa edifícios escolares do século XX e currículos do século XIX.

OK, posso estar exagerando um pouco, considerando a rápida adoção de tecnologias de educação e ambientes virtuais de aprendizagem trazidos pela pandemia. No entanto, rápido não significa necessariamente completo. Muitos mais professores e alunos agora usam as ferramentas de tecnologia educacional do que alguns anos atrás, mas essas ferramentas e várias estratégias de e-learning ainda não são usadas em todo o seu potencial.

O papel do professor na sala de aula atual

Os alunos podem ser o foco da educação e as escolas podem ser os provedores, mas os professores são aqueles que tornam tudo possível. Sem professores, as escolas não poderiam fornecer educação, enquanto os alunos não poderiam obtê-la.

É por isso que os professores desempenham um papel vital na sala de aula de hoje e em seu sucesso em atender as necessidades do aluno do século 21. Mas o que exatamente significa esse papel? Aqui estão algumas ideias específicas:

O professor moderno pensa diferente

No mundo de hoje, os professores não devem ser limitados por mentalidades tradicionais baseadas na indústria. Com todo o respeito por todos os professores de matemática que tive enquanto me especializava em estudos de inglês, geometria espacial ou cálculo avançado não fazem parte da minha vida adulta diária. E sempre que tenho que fazer matemática, tenho uma calculadora à mão o tempo todo para fazer o trabalho para mim.

Um professor de sucesso hoje precisa estar atento a todos os avanços tecnológicos, especialmente aqueles com potencial educacional. Lembre-se do frenesi Pokémon Go de um tempo atrás? (Coisas aconteciam antes da pandemia, certo?). Essa foi uma excelente oportunidade para os alunos aprenderem e praticarem a conversão do sistema métrico para o sistema usado nos EUA.

O professor de hoje é estratégico em suas práticas

Os alunos têm melhores taxas de retenção quando são apresentados a materiais educacionais mais curtos em relação aos mais longos. O aprendizado rápido, combinado com diversas estratégias de ensino, não é apenas um desejo, mas uma necessidade real. O processamento passivo de quantidades significativas de informações nas aulas não se traduz necessariamente em aprendizado bem-sucedido e desempenho acadêmico excepcional.

É por isso que tudo o que um professor faz em sala de aula – seja um debate, um vídeo ou uma apresentação usando um aplicativo educacional – deve ser diagnosticado e estratégico. Cada atividade, independentemente do nível de diversão ou seriedade, deve ser introduzida no momento certo na matriz de aprendizagem para que os alunos aprendam e se lembrem dela.

Um professor excelente promove inovação

A inovação vem em todas as formas e tamanhos, mas um grande professor precisa abraçar o novo e promover liderança e pedagogia inovadoras em todas as camadas e funções da comunidade de aprendizagem: gestão escolar, todos os professores, alunos, pais, até mesmo cidadãos da vizinhança de sua escola, cidade ou estado.

Por exemplo, tecnologias inovadoras de imersão como Realidade Virtual e Realidade Aumentada podem não ser apropriadas para todas as áreas de ensino e séries. Mas isso não significa que o professor deve considerar que isso nunca acontecerá, ou que outras tecnologias ou métodos de ensino que ainda não provaram seu valor porque são muito novos não se tornarão a norma em alguns anos.

O professor moderno precisa estar na vanguarda

Se você quiser vencer o sistema, primeiro deve conhecê-lo. O sistema educacional pode ser intrincado e complexo – e definitivamente imperfeito – mas isso não significa que não haja maneiras de usá-lo e alcançar grandes resultados. Esses caminhos não são óbvios e cada professor precisa encontrá-los em seu próprio tempo.

O professor moderno entende a escola como uma organização sistêmica e tira o máximo proveito de todas as regras para promover o ensino exemplar, o aprendizado do aluno e as práticas de obtenção de resultados.

O professor moderno sabe que Falhar significa Aprender

Os alunos precisam de feedback em todos os momentos do processo de aprendizagem. Essa é a única maneira de adaptar suas ações e alcançar os resultados que buscam. As marcas de lápis vermelho em um teste muitas vezes não aumentam seu desempenho posterior, pois elas vêm um pouco tarde demais para os alunos.

Os professores de hoje devem respeitar a tomada de risco e o fracasso e não reagir a esses termos com conotações negativas, mas sim com apreço, curiosidade e desejo de identificar a causa e a prescrição de melhorias. Eles apoiam os alunos em suas buscas de aprendizado nas falhas e os ajudam a compreender e superar seus erros inevitáveis.

Um professor excelente promove excelente cultura de aprendizagem

Nove em cada dez alunos do jardim de infância à terceira série dizem que adoram ir à escola, mas apenas um em cada dez alunos do ensino médio diz o mesmo. Acabei de fazer essa estatística e convido você a me corrigir. Números exatos à parte, muitos alunos dizem que não gostam da escola. Se você passar um dia no lugar deles, provavelmente concordará. Por que isso acontece? Porque quanto mais crescem, mais regras têm para seguir e menos diversão.

Uma grande cultura de aprendizagem em qualquer série pode impedir que isso aconteça. Alguns assuntos ainda são sérios, mas isso não significa que não possam ser divertidos de aprender. Além do mais, empatia, comunicação entre pares e colaboração podem contribuir para essa ótima cultura de aprendizagem, e os professores podem influenciar tudo isso.

O melhor professor coloca o aluno no centro do processo de aprendizagem

A educação do século 21 pode ser considerada equivalente à educação centrada no aluno. Se o aluno estiver no centro do universo de aprendizagem – não a escola, não o professor – seus resultados acadêmicos melhorarão significativamente.

Os melhores professores têm o aprendizado do aluno no centro de sua missão.

Conclusão

Neste mundo de rápidas mudanças, as instituições educacionais precisam acompanhar os avanços tecnológicos relevantes para oferecer formandos que possam prosperar no século 21 com sucesso. Portanto, o papel do professor nas salas de aula de hoje não deve ser esquecido.

Os professores precisam conciliar o conteúdo específico que os alunos precisam aprender, bem como os melhores métodos e ferramentas a serem usados para garantir que a aprendizagem aconteça, tudo isso em conformidade com as regras organizacionais e padrões nacionais. Para isso, têm que pensar diferente, ser estratégicos, promover a inovação, conhecer o sistema, aceitar o fracasso, promover uma cultura de aprendizagem e, acima de tudo, colocar o aluno e as suas necessidades de aprendizagem no centro da sua missão.

Fique por dentro! Manteremos você atualizado com as dicas e recursos EdTech mais valiosos. Inscreva-se e nunca mais perca uma postagem!