O uso da tecnologia educacional na sala de aula se tornou essencial. Entretanto, cada escola deve encontrar o que funciona melhor para suas necessidades.

Com tantas coisas para administrar ao mesmo tempo, os professores encontram obstáculos para encontrar a tecnologia certa e implementá-la com sucesso em sala de aula. Muitos aspectos precisam ser considerados, por vezes os recursos disponíveis são mínimos e existem poucas garantias de que todos os esforços valerão a pena.

Vamos ser sinceros: nem toda tecnologia educacional é criada da mesma forma, então nem todas podem ter um grande impacto no aprendizado dos alunos e nos resultados escolares. Mas, acima de tudo, não esqueçamos que tecnologia educacional é apenas uma parte de um sistema complexo. Ela precisa estar conectada com a pedagogia e as relações humanas para trazer resultados positivos.

4 Dicas para professores aproveitarem o máximo potencial edtech

Agora vamos nos concentrar na tecnologia educacional de uma excelente aula e trazer algumas dicas para professores aproveitarem seu máximo potencial:

  1. Não adote modismos quando se trata de edtech

    Primeiramente, tecnologia educacional não é um modismo. A pandemia deixou isso bem claro. Além disso, os alunos precisam aprender a usar a tecnologia para atingir os objetivos educacionais. Eles já estão fazendo isso fora da sala de aula e precisarão dominar as habilidades técnicas na vida adulta mais tarde.

    Adotar tecnologia educacional apenas porque outras pessoas o fazem não é a melhor estratégia. Como professor, você precisa primeiro encontrar respostas para algumas perguntas:

    • Alguém usou isso antes?
    • Eles obtiveram excelentes resultados?
    • Como os alunos vão se comportar ao usar?
    • É fácil aprender a usar?
    • Isso tornará minha vida mais fácil em algum aspecto?

    A adoção da tecnologia na sala de aula apenas pela tecnologia nunca é uma boa ideia. Por isso, vale a pena tentar encontrar as respostas para essas perguntas da melhor maneira possível.

  2. Faça da edtech uma aliada dos objetivos de aprendizagem

    Atualmente, existem centenas de milhares de aplicativos para o mercado educacional. Existem ainda mais sites e outras ferramentas digitais que competem pela sua atenção. Alguns são realmente incríveis; outros estão apenas na moda. Para encontrar o melhor para sua sala de aula, você precisa colocar as necessidades dos alunos em primeiro lugar.

    Você sabe melhor do que ninguém como os alunos são diferentes: alguns aprendem coisas novas rapidamente, outros precisam de mais explicações, outros visualizam novos conceitos, alguns aprendem melhor por conta própria, enquanto outros precisam colaborar com colegas. Diferenciar e personalizar o aprendizado não é tarefa fácil. Mas a tecnologia educacional pode ajudar: ferramentas de colaboração digital, vídeos educacionais, um ambiente virtual de aprendizagem com trilhas personalizadas e recursos adaptáveis – tudo isso serve de apoio aos alunos e os ajudam em sua jornada de aprendizagem.

  3. Não esqueça que a edtech tem dois lados: software e hardware

    É relativamente fácil ser sugado pelo vórtice do software, com tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo: como certo aplicativo pode melhorar a experiência de aprendizagem dos alunos; como determinado programa pode ajudá-lo a acompanhar todas as atividades de aprendizagem e o progresso do aluno; como esse software de áudio ou vídeo pode ser usado para fornecer feedback direcionado a cada aluno, e assim por diante. Mas mesmo o melhor software não pode fazer nada se o hardware não funcionar.

    Quase todo mundo só dá valor ao hardware e percebe sua importância quando algo dá errado. Isso vai desde baterias de baixa duração e tomadas elétricas insuficientes até incapacidade de armazenamento, ou seja, vários pontos relacionados a hardware podem dar errado. É por isso que é melhor considerá-lo um fator importante em todas as etapas de um programa de implementação de tecnologia educacional e corrigir qualquer problema antes que se intensifique.

  4. Peça ajuda quando precisar

    Sempre que você se sentir sobrecarregado pela intensidade do trabalho envolvido na adoção da tecnologia educacional na sala de aula, lembre-se deste velho ditado: “É preciso uma aldeia para criar uma criança”. E não estamos falando de apenas uma criança, mas de centenas (senão mais), mas você não está sozinho.

    Peça ajuda e apoio de seus colegas professores, diretores, pais e até mesmo de seus alunos. Outros professores podem lhe dar novas ideias sobre como usar tecnologia educacional, a direção da escola deve criar e adaptar a infraestrutura, os pais podem ajudar de várias maneiras e os alunos também podem lhe ensinar uma ou duas coisas. Nenhum programa de implementação da tecnologia educacional é um trabalho de uma pessoa só. Sua vila deve protegê-lo.

Em resumo

Os professores desempenham um papel crucial no uso bem-sucedido de tecnologia educacional em sala de aula, especialmente hoje em dia. Aqueles que conseguem excelentes resultados têm algumas coisas em comum: entendem a importância de encontrar a tecnologia educacional certa para as necessidades de sua sala de aula, sempre alinham aos objetivos de aprendizagem, não negligenciam o fator hardware e são ativos em suas comunidades.

Fique por dentro! Manteremos você atualizado com as dicas e recursos EdTech mais valiosos. Inscreva-se e nunca mais perca uma postagem!